terça-feira, 5 de julho de 2016

Telhados

A função e as partes de um Telhado

 A confecção de um telhado, por envolver questões de segurança, deve ser acompanhado por um profissional habilitado. Este irá definir a concepção, o cálculo, o dimensionamento e todos os detalhes para que o telhado exerça, efetivamente, as suas funções, protegendo as pessoas das intempéries e outros agentes externos. Além disso tudo, o profissional vai emitir um documento legal denominado Anotação de Responsabilidade Técnica onde vai ficar bem clara a responsabilidade dele na execução do seu telhado.
imagem internet

Os telhados tem a função de receber as águas da chuva, proporcionar isolamento térmico e proteger de outros acontecimentos atmosféricos.
Composto de telhas inclinadas colocadas de maneira a canalizar as águas para o solo, tem também uma função estética.  Quando bem desenhado o telhado invariavelmente embeleza a casa .

Composição do telhado

O telhado compõe-se da estrutura, cobertura e dos condutores de águas pluviais.
 

 – A estrutura: é o elemento de apoio da cobertura, que pode ser: de madeira, metálica, etc… geralmente constituída de tesouras, oitões, pontaletes ou vigas, tendo a função de receber e distribuir adequadamente as cargas verticais ao restante da edificação;
– A cobertura: é o elemento de proteção, que pode ser: cerâmico, de fibrocimento, alumínio, de chapa galvanizada, etc. Constituído por telhas de diversos materiais (cerâmica, fibrocimento, concreto, aço, metálica, cobre, entre outros) e dimensões, tendo a função de vedação.
– Os condutores: são para o escoamento conveniente das águas de chuva e constituem-se de:
calhas, coletores, rufos e rincões, são de chapas galvanizadas e de p.v.c., condutores verticais e acessórios, com a função de drenagem das águas pluviais.

Partes do telhado

– Água : superfície plana inclinada de um telhado;
– Beiral: projeção do telhado para fora do alinhamento da parede;
– Cumeeira: aresta horizontal delimitada pelo encontro entre duas águas que geralmente localizada na parte mais alta do telhado;
– Espigão: aresta inclinada delimitada pelo encontro entre duas águas que formam um ângulo saliente, isto é, o espigão é um divisor de água;
– Rincão: aresta inclinada delimitada pelo encontro entre duas águas que formam um ângulo reentrante, isto é, o rincão é um captador de águas (também conhecido como água furtada;
– Peça complementar:  componente cerâmico ou de qualquer outro material que permite a solução de detalhes do telhado, podendo ser usado em cumeeiras, rincões, espigões e arremates em geral; pode ser também uma peça especial destinada a promove a ventilação e/ou iluminação do ático ou, na inesist6encia de forro, do próprio ambiente da edificação;
– Rufo: peça complementar de arremate entre o telhado e uma parede;
– Fiada: seqüência de telhas na direção da sua largura.
– Vértice: ponto de encontro da linha de cumeeira com uma linha de espigão.

(http://www.fazfacil.com.br)



Formas do telhado:


Uma água - Caracterizada pela definição de somente uma superfície plana com declividade, para cobrir uma pequena área edificada ou para proteger entradas ou varandas.

Duas águas - Caracterizada pela definição de duas superfícies planas, com declividades iguais ou distintas, unidas por uma linha central denominada cumeeira ou distanciadas por uma elevação (tipo americano). O fechamento da frente e fundo é feita com oitões.

Três águas - Caracterizada como solução de cobertura de edificações de áreas triangulares, onde se definem três tacaniças unidas por linhas de espigões.

Quatro águas - Caracterizada por coberturas de edificações quadriláteros, de formas regulares ou irregulares.
Múltiplas águas Coberturas de edificações cujas plantas são determinadas por superfícies poligonais quaisquer, onde a determinação do número de águas é definida pelo processo do triângulo auxiliar.
 
(http://universoarquitetonico.blogspot.com.br)


10 melhores dicas de telhados para casas

Na hora de escolher o telhado para sua casa é preciso prestar bastante atenção, por isso, separamos algumas dicas que vão lhe auxiliar nesse processo. Preste bastante atenção.
  • Dica 1: Telhado de Cerâmica
Telhado 1
Os telhados de cerâmica são construídos com telhas de cerâmica e é uma das mais antigas e mais comuns coberturas de edificações. Esse tipo de cobertura de telhado é uma excelente barreira térmica.
  • Dica 2: Telhado de concreto
Telhado 2
O telhado de concreto é o mais recente de todos. Esse tipo de telhado também proporciona o conforto térmico e também a versatilidade de cores e formas. Além de serem impermeáveis a chuva, pois a cerâmica absorve um pouco de água.
  • Dica 3: Telhado de Fibrocimento
Telhado 3
Esse tipo de telhado é resistente e leve, porém precisam ser bem fixadas para que não haja problemas com ventos e chuvas.
  • Dica 4: Telhado de vidro
Telhado 4
O telhado de vidro é excelente para quem deseja ter uma entrada de luz no ambiente. Esse telhado normalmente é colocado junto com telhado de cerâmica ou de concreto, por isso o vidro é do mesmo modelo que esse tipo de telhado.
  • Dica 5: Telhado Metálico Galvanizado
Telhado 5

Esse tipo de telhado é de aço e podem ser tanto galvanizado como zincado. Esse tipo de telhado é trapezoidal e com um perfil ondulado.
  • Dica 6: Telhado Metálico Galvalume
Telhado 6
Esse telhado tem esse nome devido a chapa de aço que é revestida com uma camada de liga Al-Zn. É um tipo de telhado que oferece resistência e durabilidade.
  • Dica 7: Telhado termo acústico (Sanduíche)
Telhado 7
Esse telhado tem duas telhas convencionais que são preenchidos com lã de vidro ou de rocha. Por isso se chama telha sanduíche ou também pode ser apenas uma única telha metálica com revestimento inferior. Com esse telhado, há uma constante troca de calor externo e interno.
  • Dica 8: Telhado Ecológico
Telhado 8
Esse tipo de telhado é constituído por camadas de fibras vegetais impermeabilizadas com betume. Essas telhas podem ser encontradas nas cores verde, vermelha, preta e marrom. Esse tipo de telha é fácil de instalar e são leves.
  • Dica 9: Telhado Calhetão
Telhado 9
Esse telhado é muito difícil de ser visto. É um modelo que permite que o telhado tenha uma inclinação reduzida. É ideal para cobertura de vãos maiores.
  • Dica 10: Telhado com telha translúcida de Polipropileno
Telhado 10
Esse outro tipo de telhado é feito com telha translúcida de polipropileno. Essa telha é composta por resinas termoplásticas que contribuem para o favorecimento da luminosidade natural do local, deixando o ambiente mais claro.
(http://www.tudoconstrucao.com)

Tipos de telhados, vantagens e desvantagens de cada um

A partir de materiais naturais como ardósia e madeira até produtos artificiais, tais como asfalto, folhas de metal, e polímeros plásticos, existem vários tipos e estilos de coberturas para escolher. Enquanto cada um tem suas vantagens e desvantagens, todos eles podem adicionar um elemento de design diferenciado para sua casa. Então, qual é o material certo para você?

O que você deve procurar em um telhado?

Há muitos fatores a considerar ao escolher um telhado, incluindo:
  • Quanto tempo vai durar?
  • Será que pode sobreviver e resistir à desastres naturais, como chuvas de granizo, tempestades e ventos mais fortes?
  • É muito pesado para a estrutura do telhado existente?
  • O telhado tem inclinação suficiente?
  • Será que o visual complementa o estilo da casa?
  • Os materiais são eco-amigáveis ​​e recicláveis​​?
  • É o tipo de cobertura permitida por códigos de construção locais?
  • Quanto custa?

Prós e contras dos tipos de materiais diferentes para telhados

Alguns tipos de coberturas pode ser mais adequados para a sua casa do que outros. Fatores como a inclinação do telhado e força do enquadramento poderiam limitar suas escolhas. Em áreas sujeitas a incêndios e furacões, procure um produto com uma classificação alta contra incêndio ou boa resistência ao vento. Além disso, podem ser tomadas medidas durante a instalação de diversos tipos de coberturas para melhorar a sua resistência ao fogo ou ao vento. Abaixo está um resumo sobre os diferentes tipos de telhados disponíveis.

Telhas de asfalto

As telhas de asfalto são um tipo bem popular de telhas para casas nos EUA, sendo um pouco menos populares no Brasil, mas não deixando de ter seu espaço.
Materiais: feitas de um tapete de fibra de papel orgânico (melhor para o tempo frio e resistência ao vento) ou fibra de vidro (mais resistência ao fogo e resistente à umidade) impregnado com asfalto e revestida com grânulos minerais.
Aparência: disponível nas tradicionais telhas em conjuntos de 3 ou laminadas telhas mais grossas, chamadas “arquitetônicas”.
Ecológico: petróleo é um produto que não é ecológico. Pode ser reciclado, embora muitas vezes são levados para aterros sanitários.
Durabilidade: não muito durável. Telhas resistentes a algas estão disponíveis em climas úmidos para evitar manchas.
Peso: moderado. Pode causar uma sobrecarga em estruturas mais delicadas
Angulação: pode ser usada em telhados pouco inclinados até mais íngremes.
Fogo & Vento: boa resistência ao fogo, resistência ao vento aceitável.

Telhas de metal

Embora mais caro do que o asfalto, coberturas metálicas duram mais tempo e são mais resistentes ao vento.
Materiais: pode ser composto por aço, alumínio, cobre, ou liga de zinco. Telhados de aço vêm com um revestimento de zinco ou acabamento pintado. Telhados de cobre são instalados inacabados e adquirem uma pátina verde de proteção com a idade.
Aparência: disponível em folhas ou em telhas que se assemelham a outros materiais. Pode ser instalado com os fixadores ocultos (costura) ou expostos.
Ecológico: pode ser feito a partir de materiais reciclados, e pode ser reciclado quando substituído. Absorve um terço menos calor do que o asfalto.
Durabilidade: relativamente durável a muito durável, dependendo do material.
Peso: leve.
Angulação: disponível para telhados inclinados baixos ou íngremes.
Fogo & Vento: boa resistência a tanto fogo quanto vento.
Custo: moderado (de aço) para caro (cobre).

Telhas de polímero plástico

Essas telhas sintéticas duráveis ​​assumem aparências diversas, dependendo do molde.
Materiais: moldado a partir de um polímero plástico de alta tecnologia.
Aparência: feito para se assemelhar a ardósia ou madeira, mas pode ter aparências diversificadas.
Durabilidade: durável e de baixa manutenção.
Ecológico: alguns são feitos a partir de materiais reciclados. Podem ser reciclados quando substituídos.
Peso: leve a moderado.
Angulação: pode ser usado em moderada inclinação a telhados inclinados íngremes.
Fogo & Vento: boa resistência ao fogo e vento.
Custo: moderado.

Telhas de argila

Enquanto frágeis e pesadas, argila pode durar um longo tempo e são muito resistentes ao fogo. Também são conhecidas como telhas de cerâmica.
Materiais: feitas de argila natural, que é acionada em um forno.
Aparência: visual italiano ou espanhol tradicional, também pode ser feito para se parecer com placas de madeira ou ardósia.
Ecológico: feita a partir de materiais naturais, mas necessitam de energia significativa para a fabricação.
Durabilidade: de longa duração e baixa manutenção, mas frágil e pode quebrar.
Peso: pesadas, exigem reforçada estrutura do telhado para se apoiar.
Angulação: pode ser usadas em moderada inclinação a telhados inclinados mais íngremes.
Fogo & Vento: Excelente resistência ao fogo, moderada a baixa resistência ao vento.
Custo: caro.

Telhas de concreto

Menos caras do que as telhas de barro, telhas de concreto também são pesadas​, mas podem durar um longo tempo e são muito resistentes ao fogo.
Materiais: feitas a partir de uma mistura de cimento e areia.
Aparência: pode ser feita para se parecer com telhas tradicionais de barro, madeira ou ardósia. A cor pode ser feita em toda a telha ou apenas aplicada sobre a superfície.
Ecológico: feita a partir de materiais naturais.
Durabilidade: longa e de baixa manutenção, mas podem quebrar.
Peso: pesadas, exigem reforçada estrutura do telhado para apoiar-se.
Angulação: pode ser usado em moderada inclinação a telhados inclinados mais íngremes.
Fogo & Vento: excelente resistência ao fogo, moderada a baixa resistência ao vento.
Custo: moderado.

Telhas de ardósia

A ardósia é um dos mais antigos materiais de construção. Embora frágil e cara, é muito durável e resiste tanto ao vento quanto ao fogo.
Materiais: feitas a partir de ardósia natural.
Aparência: cinza normalmente escuro, com aparência irregular.
Ecológico: feita a partir de materiais naturais.
Durabilidade: longa duração, durável (dependendo de onde foi mineirada).
Peso: pesado, exigem estrutura do telhado reforçado para suportar-se.
Angulação: só telhados inclinados íngremes.
Fogo & Vento: boa resistência ao fogo e ao vento.
Custo: muito caro. Requer trabalhadores especialmente treinados para instalação

Telhas de madeira

As telhas de madeira são feitas de madeiras resistentes à podridão e têm baixa resistência ao fogo se não forem tratadas.
Materiais: normalmente de cedro, mas também pode ser feitas de outras madeiras resistentes.
Aparência: dá aparência natural e envelhece a um cinza prateado. Disponível em telhas serradas ou mais grossas de divisão.
Ecológico: feita a partir de materiais naturais.
Durabilidade: vida útil curta, requer manutenção periódica.
Peso: moderado.
Angulação: pode ser usada em inclinação moderada a telhados inclinados íngremes.
Fogo & Vento: boa resistência ao vento, falta de resistência ao fogo (pode ser tratada com um retardador de fogo).
Custo: moderado.

Garantias dos tipos de telhados diferentes

Existem duas garantias para considerar quando pensando no telhado de sua casa. A garantia do fabricante cobre defeitos no material de cobertura. A garantia em separado pode ser emitida pelo contratado para fazer a coberturas, lidando com problemas decorrentes da instalação inadequada.
A garantia não é melhor que a empresa que a escreve, por isso certifique-se de que o produto vem de um fabricante respeitável com os recursos financeiros para apoiá-lo. Isto aplica-se a quem você vai contratar para fazer as coberturas. É importante ler a garantia e o contrato de serviços com cuidado para ver o que está coberto e excluído. Algumas garantias não são transferíveis quando você vende a sua casa, enquanto outros se limitam ao custo dos materiais ou são rateados ao longo do tempo.
Seu teto é única defesa mais importante da sua casa quando se trata de protegê-la contra os elementos, por isso faz sentido para ter certeza que é bem feito.

(http://www.2quartos.com)







0 comentários:

Postar um comentário

terça-feira, 5 de julho de 2016

Telhados

A função e as partes de um Telhado

 A confecção de um telhado, por envolver questões de segurança, deve ser acompanhado por um profissional habilitado. Este irá definir a concepção, o cálculo, o dimensionamento e todos os detalhes para que o telhado exerça, efetivamente, as suas funções, protegendo as pessoas das intempéries e outros agentes externos. Além disso tudo, o profissional vai emitir um documento legal denominado Anotação de Responsabilidade Técnica onde vai ficar bem clara a responsabilidade dele na execução do seu telhado.
imagem internet

Os telhados tem a função de receber as águas da chuva, proporcionar isolamento térmico e proteger de outros acontecimentos atmosféricos.
Composto de telhas inclinadas colocadas de maneira a canalizar as águas para o solo, tem também uma função estética.  Quando bem desenhado o telhado invariavelmente embeleza a casa .

Composição do telhado

O telhado compõe-se da estrutura, cobertura e dos condutores de águas pluviais.
 

 – A estrutura: é o elemento de apoio da cobertura, que pode ser: de madeira, metálica, etc… geralmente constituída de tesouras, oitões, pontaletes ou vigas, tendo a função de receber e distribuir adequadamente as cargas verticais ao restante da edificação;
– A cobertura: é o elemento de proteção, que pode ser: cerâmico, de fibrocimento, alumínio, de chapa galvanizada, etc. Constituído por telhas de diversos materiais (cerâmica, fibrocimento, concreto, aço, metálica, cobre, entre outros) e dimensões, tendo a função de vedação.
– Os condutores: são para o escoamento conveniente das águas de chuva e constituem-se de:
calhas, coletores, rufos e rincões, são de chapas galvanizadas e de p.v.c., condutores verticais e acessórios, com a função de drenagem das águas pluviais.

Partes do telhado

– Água : superfície plana inclinada de um telhado;
– Beiral: projeção do telhado para fora do alinhamento da parede;
– Cumeeira: aresta horizontal delimitada pelo encontro entre duas águas que geralmente localizada na parte mais alta do telhado;
– Espigão: aresta inclinada delimitada pelo encontro entre duas águas que formam um ângulo saliente, isto é, o espigão é um divisor de água;
– Rincão: aresta inclinada delimitada pelo encontro entre duas águas que formam um ângulo reentrante, isto é, o rincão é um captador de águas (também conhecido como água furtada;
– Peça complementar:  componente cerâmico ou de qualquer outro material que permite a solução de detalhes do telhado, podendo ser usado em cumeeiras, rincões, espigões e arremates em geral; pode ser também uma peça especial destinada a promove a ventilação e/ou iluminação do ático ou, na inesist6encia de forro, do próprio ambiente da edificação;
– Rufo: peça complementar de arremate entre o telhado e uma parede;
– Fiada: seqüência de telhas na direção da sua largura.
– Vértice: ponto de encontro da linha de cumeeira com uma linha de espigão.

(http://www.fazfacil.com.br)



Formas do telhado:


Uma água - Caracterizada pela definição de somente uma superfície plana com declividade, para cobrir uma pequena área edificada ou para proteger entradas ou varandas.

Duas águas - Caracterizada pela definição de duas superfícies planas, com declividades iguais ou distintas, unidas por uma linha central denominada cumeeira ou distanciadas por uma elevação (tipo americano). O fechamento da frente e fundo é feita com oitões.

Três águas - Caracterizada como solução de cobertura de edificações de áreas triangulares, onde se definem três tacaniças unidas por linhas de espigões.

Quatro águas - Caracterizada por coberturas de edificações quadriláteros, de formas regulares ou irregulares.
Múltiplas águas Coberturas de edificações cujas plantas são determinadas por superfícies poligonais quaisquer, onde a determinação do número de águas é definida pelo processo do triângulo auxiliar.
 
(http://universoarquitetonico.blogspot.com.br)


10 melhores dicas de telhados para casas

Na hora de escolher o telhado para sua casa é preciso prestar bastante atenção, por isso, separamos algumas dicas que vão lhe auxiliar nesse processo. Preste bastante atenção.
  • Dica 1: Telhado de Cerâmica
Telhado 1
Os telhados de cerâmica são construídos com telhas de cerâmica e é uma das mais antigas e mais comuns coberturas de edificações. Esse tipo de cobertura de telhado é uma excelente barreira térmica.
  • Dica 2: Telhado de concreto
Telhado 2
O telhado de concreto é o mais recente de todos. Esse tipo de telhado também proporciona o conforto térmico e também a versatilidade de cores e formas. Além de serem impermeáveis a chuva, pois a cerâmica absorve um pouco de água.
  • Dica 3: Telhado de Fibrocimento
Telhado 3
Esse tipo de telhado é resistente e leve, porém precisam ser bem fixadas para que não haja problemas com ventos e chuvas.
  • Dica 4: Telhado de vidro
Telhado 4
O telhado de vidro é excelente para quem deseja ter uma entrada de luz no ambiente. Esse telhado normalmente é colocado junto com telhado de cerâmica ou de concreto, por isso o vidro é do mesmo modelo que esse tipo de telhado.
  • Dica 5: Telhado Metálico Galvanizado
Telhado 5

Esse tipo de telhado é de aço e podem ser tanto galvanizado como zincado. Esse tipo de telhado é trapezoidal e com um perfil ondulado.
  • Dica 6: Telhado Metálico Galvalume
Telhado 6
Esse telhado tem esse nome devido a chapa de aço que é revestida com uma camada de liga Al-Zn. É um tipo de telhado que oferece resistência e durabilidade.
  • Dica 7: Telhado termo acústico (Sanduíche)
Telhado 7
Esse telhado tem duas telhas convencionais que são preenchidos com lã de vidro ou de rocha. Por isso se chama telha sanduíche ou também pode ser apenas uma única telha metálica com revestimento inferior. Com esse telhado, há uma constante troca de calor externo e interno.
  • Dica 8: Telhado Ecológico
Telhado 8
Esse tipo de telhado é constituído por camadas de fibras vegetais impermeabilizadas com betume. Essas telhas podem ser encontradas nas cores verde, vermelha, preta e marrom. Esse tipo de telha é fácil de instalar e são leves.
  • Dica 9: Telhado Calhetão
Telhado 9
Esse telhado é muito difícil de ser visto. É um modelo que permite que o telhado tenha uma inclinação reduzida. É ideal para cobertura de vãos maiores.
  • Dica 10: Telhado com telha translúcida de Polipropileno
Telhado 10
Esse outro tipo de telhado é feito com telha translúcida de polipropileno. Essa telha é composta por resinas termoplásticas que contribuem para o favorecimento da luminosidade natural do local, deixando o ambiente mais claro.
(http://www.tudoconstrucao.com)

Tipos de telhados, vantagens e desvantagens de cada um

A partir de materiais naturais como ardósia e madeira até produtos artificiais, tais como asfalto, folhas de metal, e polímeros plásticos, existem vários tipos e estilos de coberturas para escolher. Enquanto cada um tem suas vantagens e desvantagens, todos eles podem adicionar um elemento de design diferenciado para sua casa. Então, qual é o material certo para você?

O que você deve procurar em um telhado?

Há muitos fatores a considerar ao escolher um telhado, incluindo:
  • Quanto tempo vai durar?
  • Será que pode sobreviver e resistir à desastres naturais, como chuvas de granizo, tempestades e ventos mais fortes?
  • É muito pesado para a estrutura do telhado existente?
  • O telhado tem inclinação suficiente?
  • Será que o visual complementa o estilo da casa?
  • Os materiais são eco-amigáveis ​​e recicláveis​​?
  • É o tipo de cobertura permitida por códigos de construção locais?
  • Quanto custa?

Prós e contras dos tipos de materiais diferentes para telhados

Alguns tipos de coberturas pode ser mais adequados para a sua casa do que outros. Fatores como a inclinação do telhado e força do enquadramento poderiam limitar suas escolhas. Em áreas sujeitas a incêndios e furacões, procure um produto com uma classificação alta contra incêndio ou boa resistência ao vento. Além disso, podem ser tomadas medidas durante a instalação de diversos tipos de coberturas para melhorar a sua resistência ao fogo ou ao vento. Abaixo está um resumo sobre os diferentes tipos de telhados disponíveis.

Telhas de asfalto

As telhas de asfalto são um tipo bem popular de telhas para casas nos EUA, sendo um pouco menos populares no Brasil, mas não deixando de ter seu espaço.
Materiais: feitas de um tapete de fibra de papel orgânico (melhor para o tempo frio e resistência ao vento) ou fibra de vidro (mais resistência ao fogo e resistente à umidade) impregnado com asfalto e revestida com grânulos minerais.
Aparência: disponível nas tradicionais telhas em conjuntos de 3 ou laminadas telhas mais grossas, chamadas “arquitetônicas”.
Ecológico: petróleo é um produto que não é ecológico. Pode ser reciclado, embora muitas vezes são levados para aterros sanitários.
Durabilidade: não muito durável. Telhas resistentes a algas estão disponíveis em climas úmidos para evitar manchas.
Peso: moderado. Pode causar uma sobrecarga em estruturas mais delicadas
Angulação: pode ser usada em telhados pouco inclinados até mais íngremes.
Fogo & Vento: boa resistência ao fogo, resistência ao vento aceitável.

Telhas de metal

Embora mais caro do que o asfalto, coberturas metálicas duram mais tempo e são mais resistentes ao vento.
Materiais: pode ser composto por aço, alumínio, cobre, ou liga de zinco. Telhados de aço vêm com um revestimento de zinco ou acabamento pintado. Telhados de cobre são instalados inacabados e adquirem uma pátina verde de proteção com a idade.
Aparência: disponível em folhas ou em telhas que se assemelham a outros materiais. Pode ser instalado com os fixadores ocultos (costura) ou expostos.
Ecológico: pode ser feito a partir de materiais reciclados, e pode ser reciclado quando substituído. Absorve um terço menos calor do que o asfalto.
Durabilidade: relativamente durável a muito durável, dependendo do material.
Peso: leve.
Angulação: disponível para telhados inclinados baixos ou íngremes.
Fogo & Vento: boa resistência a tanto fogo quanto vento.
Custo: moderado (de aço) para caro (cobre).

Telhas de polímero plástico

Essas telhas sintéticas duráveis ​​assumem aparências diversas, dependendo do molde.
Materiais: moldado a partir de um polímero plástico de alta tecnologia.
Aparência: feito para se assemelhar a ardósia ou madeira, mas pode ter aparências diversificadas.
Durabilidade: durável e de baixa manutenção.
Ecológico: alguns são feitos a partir de materiais reciclados. Podem ser reciclados quando substituídos.
Peso: leve a moderado.
Angulação: pode ser usado em moderada inclinação a telhados inclinados íngremes.
Fogo & Vento: boa resistência ao fogo e vento.
Custo: moderado.

Telhas de argila

Enquanto frágeis e pesadas, argila pode durar um longo tempo e são muito resistentes ao fogo. Também são conhecidas como telhas de cerâmica.
Materiais: feitas de argila natural, que é acionada em um forno.
Aparência: visual italiano ou espanhol tradicional, também pode ser feito para se parecer com placas de madeira ou ardósia.
Ecológico: feita a partir de materiais naturais, mas necessitam de energia significativa para a fabricação.
Durabilidade: de longa duração e baixa manutenção, mas frágil e pode quebrar.
Peso: pesadas, exigem reforçada estrutura do telhado para se apoiar.
Angulação: pode ser usadas em moderada inclinação a telhados inclinados mais íngremes.
Fogo & Vento: Excelente resistência ao fogo, moderada a baixa resistência ao vento.
Custo: caro.

Telhas de concreto

Menos caras do que as telhas de barro, telhas de concreto também são pesadas​, mas podem durar um longo tempo e são muito resistentes ao fogo.
Materiais: feitas a partir de uma mistura de cimento e areia.
Aparência: pode ser feita para se parecer com telhas tradicionais de barro, madeira ou ardósia. A cor pode ser feita em toda a telha ou apenas aplicada sobre a superfície.
Ecológico: feita a partir de materiais naturais.
Durabilidade: longa e de baixa manutenção, mas podem quebrar.
Peso: pesadas, exigem reforçada estrutura do telhado para apoiar-se.
Angulação: pode ser usado em moderada inclinação a telhados inclinados mais íngremes.
Fogo & Vento: excelente resistência ao fogo, moderada a baixa resistência ao vento.
Custo: moderado.

Telhas de ardósia

A ardósia é um dos mais antigos materiais de construção. Embora frágil e cara, é muito durável e resiste tanto ao vento quanto ao fogo.
Materiais: feitas a partir de ardósia natural.
Aparência: cinza normalmente escuro, com aparência irregular.
Ecológico: feita a partir de materiais naturais.
Durabilidade: longa duração, durável (dependendo de onde foi mineirada).
Peso: pesado, exigem estrutura do telhado reforçado para suportar-se.
Angulação: só telhados inclinados íngremes.
Fogo & Vento: boa resistência ao fogo e ao vento.
Custo: muito caro. Requer trabalhadores especialmente treinados para instalação

Telhas de madeira

As telhas de madeira são feitas de madeiras resistentes à podridão e têm baixa resistência ao fogo se não forem tratadas.
Materiais: normalmente de cedro, mas também pode ser feitas de outras madeiras resistentes.
Aparência: dá aparência natural e envelhece a um cinza prateado. Disponível em telhas serradas ou mais grossas de divisão.
Ecológico: feita a partir de materiais naturais.
Durabilidade: vida útil curta, requer manutenção periódica.
Peso: moderado.
Angulação: pode ser usada em inclinação moderada a telhados inclinados íngremes.
Fogo & Vento: boa resistência ao vento, falta de resistência ao fogo (pode ser tratada com um retardador de fogo).
Custo: moderado.

Garantias dos tipos de telhados diferentes

Existem duas garantias para considerar quando pensando no telhado de sua casa. A garantia do fabricante cobre defeitos no material de cobertura. A garantia em separado pode ser emitida pelo contratado para fazer a coberturas, lidando com problemas decorrentes da instalação inadequada.
A garantia não é melhor que a empresa que a escreve, por isso certifique-se de que o produto vem de um fabricante respeitável com os recursos financeiros para apoiá-lo. Isto aplica-se a quem você vai contratar para fazer as coberturas. É importante ler a garantia e o contrato de serviços com cuidado para ver o que está coberto e excluído. Algumas garantias não são transferíveis quando você vende a sua casa, enquanto outros se limitam ao custo dos materiais ou são rateados ao longo do tempo.
Seu teto é única defesa mais importante da sua casa quando se trata de protegê-la contra os elementos, por isso faz sentido para ter certeza que é bem feito.

(http://www.2quartos.com)







Nenhum comentário:

Postar um comentário