domingo, 31 de janeiro de 2016

Dicas de conservação de plantas e flores

Quando receber um buquê:

• Antes de colocar as flores na água, retire das hastes as folhas inferiores que possam ficar em contato com a água do vaso.
• Corte 2 cm da base da haste em diagonal. Os cortes devem ser feitos assim que receber as flores e a cada troca de água. Utilize uma tesoura de poda ou estilete bem afiados, para não provocar o esmagamento dos canais de absorção da haste floral. É melhor que esses cortes sejam feitos com a parte da haste a ser cortada dentro da água, evitando assim que se formem bolhas de ar nos canais de absorção.

• Sempre utilize água fresca e troque-a diariamente.

• É aconselhável utilizar produtos conservantes ou hidratantes na água (encontrados nas lojas de produtos e acessórios para flores e plantas).

• O vaso deve ser mantido sempre limpo e em local fresco e arejado.


Quando receber um arranjo:

• Mantenha o arranjo em um local arejado evitando ar condicionado, exposição direta ao sol, aquecedores ou ventos fortes.

• As flores e folhagens são espetados normalmente em espuma floral, o que prolonga a vida da flor. Mesmo assim, diferentes flores não possuem a mesma durabilidade. As que forem murchando primeiro devem ser cuidadosamente retiradas para que não prejudiquem a duração das outras.

• A espuma floral deve ser molhada constantemente.

• Rosas e folhagens verdes gostam de ser borrifadas com água, outras flores não devem ser borrifadas.




Quando receber uma planta em vaso:

• Cada planta tem uma necessidade diferente: rega, luminosidade, adubo e pulverização... contudo todas devem ter algumas necessidades básicas atendidas para sobreviverem.

• Procure em lojas de jardinagem adubos apropriados para a planta recebida. Normalmente o adubo deve ser posto uma vez por mês.

• Não molhe as flores quando for pulverizar a planta.

• Evite acúmulo de água no pratinho, isto pode causar apodrecimento das raízes e morte das plantas. O ideal é colocar areia no pratinho, para evitar a entrada da larva do mosquito da dengue.

• Faça a limpeza constante das plantas retirando folhas velhas, secas e doentes.

• Nunca encharque a terra ou substrato da planta, é preferível um maior número de regas com menor quantidade de água a poucas regas com abundância de água.

• Para saber se está na hora de molhar, coloque o dedo no substrato da planta pressionando-o. Se o dedo ficar sujo com partículas aderindo não precisa molhar. Se o dedo ficar praticamente limpo, apenas com uma poeira seca, é hora de regar.






Dicas para cada tipo diferente de plantas e flores



Azaléia

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; adapta-se a ambientes internos e externos.


Begônia

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; adapta-se melhor a ambientes internos.


Bromélia Fascista

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; adapta-se a ambientes internos e externos.


Chrisanthemum

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; adapta-se a ambientes internos e externos.


Gérbera

Gosta de muita luz e pode ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; adapta-se a ambientes internos e externos.


Girassol

Gosta de muita luz e pode ficar diretamente exposto ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; adapta-se a ambientes internos e externos.


Hortênsia

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; a flor deve ser pulverizada com água; adapta-se a ambientes internos e externos.


Lírio da paz

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida moderadamente úmida, permitindo que seque um pouco a cada rega; as folhas devem ser pulverizadas regularmente; adapta-se a ambientes internos e externos.

Orquídeas

Gostam de muita luz, mas não devem ficar diretamente expostas ao sol; a terra deve ser mantida moderadamente úmida, permitindo que sequem um pouco a cada rega; adaptam-se a ambientes internos e externos.


Tulipa

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida moderadamente úmida, permitindo que seque um pouco a cada rega; adapta-se melhor a ambientes internos.


Violeta

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida moderadamente úmida, permitindo que seque um pouco a cada rega; adapta-se melhor a ambientes internos.



0 comentários:

Postar um comentário

domingo, 31 de janeiro de 2016

Dicas de conservação de plantas e flores

Quando receber um buquê:

• Antes de colocar as flores na água, retire das hastes as folhas inferiores que possam ficar em contato com a água do vaso.
• Corte 2 cm da base da haste em diagonal. Os cortes devem ser feitos assim que receber as flores e a cada troca de água. Utilize uma tesoura de poda ou estilete bem afiados, para não provocar o esmagamento dos canais de absorção da haste floral. É melhor que esses cortes sejam feitos com a parte da haste a ser cortada dentro da água, evitando assim que se formem bolhas de ar nos canais de absorção.

• Sempre utilize água fresca e troque-a diariamente.

• É aconselhável utilizar produtos conservantes ou hidratantes na água (encontrados nas lojas de produtos e acessórios para flores e plantas).

• O vaso deve ser mantido sempre limpo e em local fresco e arejado.


Quando receber um arranjo:

• Mantenha o arranjo em um local arejado evitando ar condicionado, exposição direta ao sol, aquecedores ou ventos fortes.

• As flores e folhagens são espetados normalmente em espuma floral, o que prolonga a vida da flor. Mesmo assim, diferentes flores não possuem a mesma durabilidade. As que forem murchando primeiro devem ser cuidadosamente retiradas para que não prejudiquem a duração das outras.

• A espuma floral deve ser molhada constantemente.

• Rosas e folhagens verdes gostam de ser borrifadas com água, outras flores não devem ser borrifadas.




Quando receber uma planta em vaso:

• Cada planta tem uma necessidade diferente: rega, luminosidade, adubo e pulverização... contudo todas devem ter algumas necessidades básicas atendidas para sobreviverem.

• Procure em lojas de jardinagem adubos apropriados para a planta recebida. Normalmente o adubo deve ser posto uma vez por mês.

• Não molhe as flores quando for pulverizar a planta.

• Evite acúmulo de água no pratinho, isto pode causar apodrecimento das raízes e morte das plantas. O ideal é colocar areia no pratinho, para evitar a entrada da larva do mosquito da dengue.

• Faça a limpeza constante das plantas retirando folhas velhas, secas e doentes.

• Nunca encharque a terra ou substrato da planta, é preferível um maior número de regas com menor quantidade de água a poucas regas com abundância de água.

• Para saber se está na hora de molhar, coloque o dedo no substrato da planta pressionando-o. Se o dedo ficar sujo com partículas aderindo não precisa molhar. Se o dedo ficar praticamente limpo, apenas com uma poeira seca, é hora de regar.






Dicas para cada tipo diferente de plantas e flores



Azaléia

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; adapta-se a ambientes internos e externos.


Begônia

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; adapta-se melhor a ambientes internos.


Bromélia Fascista

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; adapta-se a ambientes internos e externos.


Chrisanthemum

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; adapta-se a ambientes internos e externos.


Gérbera

Gosta de muita luz e pode ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; adapta-se a ambientes internos e externos.


Girassol

Gosta de muita luz e pode ficar diretamente exposto ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; adapta-se a ambientes internos e externos.


Hortênsia

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar; a flor deve ser pulverizada com água; adapta-se a ambientes internos e externos.


Lírio da paz

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida moderadamente úmida, permitindo que seque um pouco a cada rega; as folhas devem ser pulverizadas regularmente; adapta-se a ambientes internos e externos.

Orquídeas

Gostam de muita luz, mas não devem ficar diretamente expostas ao sol; a terra deve ser mantida moderadamente úmida, permitindo que sequem um pouco a cada rega; adaptam-se a ambientes internos e externos.


Tulipa

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida moderadamente úmida, permitindo que seque um pouco a cada rega; adapta-se melhor a ambientes internos.


Violeta

Gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposta ao sol; a terra deve ser mantida moderadamente úmida, permitindo que seque um pouco a cada rega; adapta-se melhor a ambientes internos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário